• E-mail para contato:(casf.fortaleza@gmail.com)

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Nasa lança foguete Atlas V rumo à Lua

Foto divulgada pela Nasa mostra o lançamento do foguete Atlas V rumo à Lua, ocorrido na tarde desta quinta-feira (18) em Cabo Canaveral, na Flórida.

O foguete Atlas V partiu nesta quinta-feira em direção à Lua com dois novos equipamentos em uma missão destinada a confirmar a existência de água em seus pólos e explorar a existência de recursos para apoiar uma futura presença do homem no satélite natural da Terra.

O lançamento do foguete ocorreu às 18h32 de Brasília (17h32 local), na terceira oportunidade programada para a operação, após o cancelamento das duas primeiras devido à ameaça de tempestades sobre a base da força aérea na cidade americana de Cabo Canaveral, na Flórida.

O primeiro estágio do foguete, que queima uma mistura de querosene e hidrogênio líquido, deve funcionar por quatro minutos e dez segundos, antes da separação do segundo estágio, chamado Centauro. O motor do Centauro, que queima hidrogênio líquido, funcionará inicialmente por dez minutos, fará uma pausa de 22 minutos, e voltará à atividade por cinco minutos, antes da separação de uma das sondas, que vai iniciar seu périplo de quatro dias para se colocar na órbita lunar.

O foguete instalará em órbita lunar o Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO, em inglês) e o Satélite Sensor e de Observação de Crateras Lunares (LCROSS, em inglês).

A principal tarefa da LRO será buscar possíveis locais de aterrissagem para as naves tripuladas que partirão rumo à Lua nas próximas décadas. Já o LCROSS dirigirá o segmento superior do foguete Atlas em uma trajetória de impacto sobre a superfície do satélite natural em uma zona próxima a um de seus pólos.

O objetivo é causar uma explosão que será analisada para determinar a possível presença de água nos pólos lunares. O equipamento também determinará a existência de elementos como hidrogênio e oxigênio, já que ambos poderiam apoiar a presença de futuras missões tripuladas na Lua.

Homem de volta à Lua
A Nasa analisa o reenvio de astronautas ao único satélite natural da Terra até 2020, dentro do projeto de exploração lançado em 2004 pelo ex-presidente George W. Bush. Trata-se da primeira etapa para preparar missões de exploração habitada para Marte e para o conjunto do Sistema Solar.

O presidente Barack Obama decidiu examinar este programa batizado Constellation, mas sem questionar até agora seus grandes objetivos. A sonda LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter) constitui junto com sua companheira LCROSS (Lunar Crater Observation and Sensing Satellite) a primeira missão preparatória desse ambicioso projeto.

Com informações das agências AFP e EFE


Fonte: Terra

Um comentário:

danielmarlon87 disse...

Bastante ousado,mas muito eficaz para a ciencia, apesar do mundo esta passando por uma seria crise economica,sabemos que os olhos da ciencia na foram vendados pela falta de verba e insentivos governamentais,possivel ,em um futuro breve poderemos escutar uma frase semelhante à eteernizada po armstrog (um pequeno passo para o homem, mas um salto gigantesco para a humanidade)
atenciosamente.